Preto no Branco

A Arte do Instante e do Fluxo

Patricia Siqueira

Patrícia Siqueira é uma artista multifacetada, nascida em Belo Horizonte, Minas Gerais. Sua jornada artística a levou por caminhos diversos, incluindo a dança, o teatro, a performance, a intervenção urbana e a vídeo dança. No entanto, sua busca pela expressão artística a levou a uma nova e emocionante direção: a arte plástica. A escolha de Patrícia por trabalhar principalmente em preto e branco é uma resposta às complexidades de um mundo onde a presença física e a virtualidade se entrelaçam, onde as pessoas podem existir de múltiplas maneiras e o espaço e o tempo tornaram-se relativos. Ela viu o desenho como uma forma de materializar o momento, de capturar o instante e gerar imagens através de estímulos capturados no calor do gesto. É uma maneira de imprimir um gesto em uma superfície, de entregar o corpo para desenhar e levar todos os sentidos consigo.

Preto-no-branco-artnow-report-patricia-siqueira
Preto-no-branco-artnow-report-patricia-siqueira

O ato de desenhar para Patrícia é uma manifestação do corpo, uma expressão do inconsciente. Ela desenha com o papel no chão, transformando-o em um palco onde ela entra, se move e estabelece uma relação íntima. O chão lhe oferece liberdade espacial, onde ela pode circular, projetar seu corpo e se entregar ao gesto com objetos cotidianos, como vassouras e rodo, que se tornam extensões de sua expressão artística. Ao observar o trabalho de Patrícia, fica evidente que sua carreira na dança influenciou fortemente sua abordagem às artes plásticas. Ela entende que sempre esteve desenhando, mesmo quando dançava. Para ela, a dança é o desenho no espaço, e esse conceito se manifesta em sua obra plástica, onde seu corpo se torna parte integrante da criação, uma ferramenta de expressão que imprime o gesto na superfície.

Preto-no-branco-artnow-report-patricia-siqueira
Preto-no-branco-artnow-report-patricia-siqueira
Preto-no-branco-artnow-report-patricia-siqueira
Patrícia Siqueira encontra beleza no preto e branco, duas cores opostas que oferecem uma rica gama de possibilidades. Seu trabalho é uma busca incessante pelo instante, pela captura do presente, pelo imaterial que se torna concreto. Sua arte é uma celebração do ato de mover, da forma de pensar e da absorção das informações do mundo. É a materialização do que não pode mais ser contido, uma expressão urgente que vem como um fluxo mutável e veloz.

Em sua jornada artística, Patrícia Siqueira continua explorando o instante, deixando que ele a guie, imprimindo sua urgência nas páginas em branco e preto, criando um diálogo entre corpo, gesto e desenho. Sua arte é um testemunho da efemeridade do tempo e da eternidade do momento. É uma celebração do fluxo contínuo da vida e da expressão artística. Patrícia Siqueira nos convida a entrar em seu mundo, onde o preto e branco se tornam portais para a iminência do instante, para a beleza da ação e para a profundidade da expressão.

Em sua jornada artística, Patrícia Siqueira continua explorando o instante, deixando que ele a guie, imprimindo sua urgência nas páginas em branco e preto, criando um diálogo entre corpo, gesto e desenho. Sua arte é um testemunho da efemeridade do tempo e da eternidade do momento. É uma celebração do fluxo contínuo da vida e da expressão artística. Patrícia Siqueira nos convida a entrar em seu mundo, onde o preto e branco se tornam portais para a iminência do instante, para a beleza da ação e para a profundidade da expressão.

O instante é este. O instante é de uma iminência que me tira o fôlego. O instante é em si iminente. Ao mesmo tempo que eu o vivo, lanço-me na sua passagem para outro instante.

Clarice Lispector
plugins premium WordPress
error: Content is protected !!