Cores Vibrantes e Formas Livres

Alves Martins

Em sua cativante jornada artística, Alves Martins explora três estilos distintos, revelando facetas únicas de sua expressão criativa. No palco inicial, surge o “Abstrato Selvagem”, uma criação autoral que se tornou sua marca registrada. Em seguida, aborda o “Figurativo”, cuja estética muitas vezes lembra a obra de Romero Britto, com figuras que podem ser descritas como “bonecos”, como em “O Papagaio” e “O Lutador de Sumô”. Encerrando seu repertório, ele se aventura no “Geométrico Ambulante”, uma expressão mais formal e conceitual.

Contudo, é incontestável que o foco principal do artista reside em seu estilo original, o “Abstrato Selvagem”. Caracterizado por uma arte “simplória” e “bruta”, esta expressão artística transcende as fronteiras do tradicionalismo pictórico. Alves Martins imprime em suas obras uma mistura singular de primitividade e ousadia, empregando pinceladas “selvagens” e “agressivas”, conforme suas próprias palavras. Este estilo foge dos padrões contemporâneos abstratos, sendo uma criação genuinamente original do artista.

art-now-report-arte-musica-danca-escultura-abstrato-alves-martins
art-now-report-arte-musica-danca-escultura-abstrato-alves-martins
art-now-report-arte-musica-danca-escultura-abstrato-alves-martins

Em sua cativante jornada artística, Alves Martins explora três estilos distintos, revelando facetas únicas de sua expressão criativa. No palco inicial, surge o “Abstrato Selvagem”, uma criação autoral que se tornou sua marca registrada.Em seguida, aborda o “Figurativo”, cuja estética muitas vezes lembra a obra de Romero Britto, com figuras que podem ser descritas como “bonecos”, como em “O Papagaio” e “O Lutador de Sumô”. Encerrando seu repertório, ele se aventura no “Geométrico Ambulante”, uma expressão mais formal e conceitual.

plugins premium WordPress
error: Content is protected !!